loader

Conselho de Odontologia investiga dentista suspeito de vender atestados em Caxias do Sul; veja flagrante

  • Home    /
  •    Notícias    /
  • Conselho de Odontologia investiga dentista suspeito de vender atestados em Caxias do Sul; veja flagrante
Conselho de Odontologia investiga dentista suspeito de vender atestados em Caxias do Sul; veja flagrante

Ao ser questionado pela reportagem da RBS TV, dentista não se manifestou.

CRO diz que profissional pode ser advertido confidencial ou publicamente, além de perder o direito de exercer a odontologia.

Dentista é flagrado vendendo atestados médicos sem exame clínico em Caxias do Sul Uma empresa que vende acesso à internet denunciou um dentista ao Conselho Regional de Odontologia (CRO) pela suspeita de venda de atestados médicos a funcionários em Caxias do Sul, na Serra do Rio Grande do Sul.

O profissional foi flagrado pela RBS TV comercializando os documentos (veja acima).

O CRO informou que o dentista será submetido a um processo ético.

Ao ser questionado pela reportagem da RBS TV, o dentista Assis da Rocha não se manifestou.

A empresa começou a suspeitar do profissional quando ao menos 15 funcionários passaram a apresentar atestados assinados pelo dentista.

Com uma câmera escondida, a RBS TV foi ao consultório do dentista.

No local, dois clientes buscavam atestados.

Ao ser atendida, a equipe solicita um atestado ao profissional.

O documento é vendido por R$ 40.

– Precisaria para dois dias.

– Qual é o dia? – questiona o dentista.

– Amanhã e sexta.

– Botar 'inflamação gengival'.

– Vou ter que dizer alguma coisa lá, daí? – Não, só diz que está com dor.

Se eles querem saber, eles ligam.

Ao ser questionado se a venda de atestado poderia dar algum problema, o dentista responde que "normalmente, não dá".

Atestado emitido por dentista em Caxias do Sul Reprodução/RBS TV O presidente do CRO, Everson Martins, diz que o profissional pode ser advertido confidencial ou publicamente, além de perder o direito de exercer a odontologia.

"Este profissional vai ser submetido às penalidades previstas no nosso código de processo ético.

No nosso código de processo ético, ele pode sofrer uma advertência confidencial ou ele pode ser advertido publicamente, podendo ter uma suspensão por até 30 dias do exercício profissional, e também podendo ser cassado, ter seu direito profissional de exercer cassado de maneira definitiva", explica.

A empresa desligou dois funcionários flagrados solicitando atestados falsos ao dentista.

O caso também foi denunciado à polícia.

Dentista de Caxias do Sul durante atendimento gravado pela reportagem com câmera escondida Reprodução/RBS TV VÍDEOS: Tudo sobre o RS


Publicada por: RBSYS

BAIXE NOSSO APP

Utilize nosso aplicativo para escutar CIDADE FM LITORAL direto de seu dispositivo movel.

img

Copyright © 2022 CIDADE FM LITORAL. Todos os direitos Reservados.